equipamentos para automação comercial

O bom funcionamento de uma empresa depende de vários aspectos como organização, funcionários treinados e equipamentos para automação comercial que vão otimizar os processos e gerar resultados positivos. 

Independentemente do segmente, a empresa deve contar com equipamentos para automação comercial que aumentam sua eficiência, reduzem custos, agilizam vendas e geram mais lucros. 

Neste artigo, vamos apresentar 5 equipamentos para automação comercial que geram resultados a empresa:

 

Leitores de código de barras

Os leitores de código de barras possuem diferentes modelos. Eles podem ser fixo ou long range. Os fixos ficam próximos a um computador e é indicado para empresas que têm um fluxo grande de pessoas. Os leitores de código de barras long range são aqueles de longo alcance, conectados a um computador por meio de uma entrada USB. 

As principais finalidades dos leitores de código de barra são registrar uma venda, entrada de mercadoria, consulta de preços, etc. 

Em geral, cada produto tem uma sequência de 9 a 12 números. Imagina os seus funcionários digitarem essa sequência várias vezes ao dia com a empresa lotada de clientes? Muitos iriam desistir da compra, outros vão reclamar… Com os leitores de código de barras, os processos são otimizados como consultas, registros, etc. 

Modelos de leitores de código de barra

Os leitores de código de barra fixo funcionam para empresas com alto fluxo de clientes, como farmácias, mercados, etc. Dessa forma, os operadores ficarão as mãos livres para registrar a maior quantidade de produtos num tempo curto. Com isso, as filas serão reduzidas. 

 

Leia também: Como fazer o cadastro de produtos para o Sped fiscal da forma correta

 

O laser desse tipo de leitor fixo foi projetado com jogo de espelho que atinge várias direções. Com isso, o código de barras será lido em diversas posições. Os custos dos leitores de código de barra fixo são mais caros do que o long range. 

Já o leito long range é recomendado para empresas com pouco fluxo, em que cada cliente leva menos do que 5 produtos. Nesse caso, o aparelho ser colocado na direção certa do código de barras para que leitura aconteça. Ele pode ser manual, em que o operador aperta um botão; ou automático. Os leitores long range podem ser conectados via USB, bluetooth ou wifi. 

 

Máquina de leitura de cartão

O Brasil é um dos mais países que mais se utiliza cartão de crédito. Pensando nisso, são poucas empresas que não aceitam cartões no país. Portanto, uma máquina de leitura de cartão ajuda a agilizar as vendas. 

Há diferentes tecnologias de leitura de cartão: POO, POS e TEF. Os aparelhos podem ser alugados ou comprados, e vai depender dessa tecnologia. Em alguns casos, a máquina de leitura de cartão faz parte de um pacote com equipamentos para automação comercial. 

 

Leia também: Terminal de vendas portátil para PDV, vantagens e por que sua empresa precisa dele

 

Muitos países, não há máquinas de cartão e eles oferecem desconto no pagamento em dinheiro. No Brasil, essa prática é considerada crime. 

 

Impressoras

As impressoras é um dos equipamentos para automação comercial mais utilizados pelas empresas. As mais comuns são:

  • Impressora fiscal
  • Impressora térmica
  • Impressora de cheque
  • Impressora matricial
  • Impressora de etiquetas

Impressora fiscal

Também conhecida por ECF (emissor de cupom fiscal), ela imprime notas ficais. Há dois modelos: térmicas e matricial. Mas nem toda impressora matricial ou térmica é fiscal

Na impressora fiscal, é gravado dados de fechamento de caixa, cancelamentos, vendas, etc. 

Impressora de cheques

Sua principal função é verificar se o cliente tem dívidas impeditivas ou não. As empresas que fazem a opção de não instalar essa impressora, têm duas opções: consultar o Serasa em todas as vendas ou receber um cheque frio. A impressora de cheques é discreta e prática. 

 

Gaveta de dinheiro

Assim, como os leitores de códigos de barra, a gaveta de dinheiro é utilizada em empresas com grande fluxo de pessoas. Ela é instalada abaixo do monitor e se divide em cinco seções de cédulas e seis para modelas. 

As seções de cédulas podem ser divididas da seguinte forma: R$ 2, R$ 5, R$ 10, R$ 20 e uma para R$ 50 e R$ 100. Já a seção de moedas, pode ser distribuída da seguinte forma: R$ 0,05, R$ 0,10, R$ 0,25, R$ 0,50 e R$ 1. 

A gaveta de dinheiro pode ser vendida separadamente ou como parte do pacote de automação comercial. 

 

Monitor

O monitor de tamanho de 15” é um dos equipamentos para automação comercial mais utilizados. Ele pode ser touch screen (toque direto na tela) ou ser usado com um teclado. 

O monitor deve estar integrado com os outros equipamentos para automação comercial, para melhor otimização de todos os processos. 

Quer saber mais sobre equipamentos para automação comercial, consulte nossos especialistas. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *